Avaliação Otorrinolaringológica

O que é?

 

Este tipo de cirurgia consiste na correção da deformidade estética nasal (rinoplastia) e da parte funcional obstrutiva (septoplastia).

 

Sempre que se faz rinoplastia é obrigatório fazer septoplastia?

 

Não, nem todos aqueles em que há indicação para cirurgia estética nasal precisam de septoplastia, já que há doentes que apesar das deformidades nasais mais ou menos acentuadas respiram bem pelo nariz. Frequentemente, uma pequena intervenção executada no consultório sob anestesia local, denominada electrocauterização dos cornetos inferiores pode ser necessária e suficiente para corrigir a obstrução nasal.

 

Quem deve fazer uma septoplastia?

 

A maioria das pessoas tem desvio do septo nasal!
Por isso há desvios e desvios, isto é, há desvios que devem ser corrigidos, outros, amaioria, não…
O desvio do septo nasal só deve ser corrigido quando causa desconforto ao doente que pode ser manifestado por obstrução nasal significativa, sinusite recidivante, ou por ressonar.A mera circunstância de haver um desvio de septo, não justifica a intervenção cirúrgica!

 

Consulta de avaliação inicial – o que esperar?

 

Na primeira consulta o doente deverá expor ao médico tudo o que o desencanta em relação ao nariz.
Por vezes, existem diferenças de opinião entre aquilo que o doente e o médico acham que possa ser um problema e isso deverá ser esclarecido.

O médico deverá determinar com todo o cuidado se o resultado que o paciente deseja é susceptível de ser obtido pela cirurgia rinoplástica e deve manifestar com firmeza a sua posição se pensar que as metas desejadas pelo doente não são mais do que expectativas não realistas.

Alguns doentes pretendem “ver o resultado final em programa informático” antes da operação. É importante salientar que uma coisa é a realidade da cicatrização biológica,outra é aquela que um bom photoshop consegue obter!
Existem outros doentes que apresentam o seu problema de um modo francamente irrealista: “Quero um nariz igual ao da Angelina Jolie”, ou então, “tenho aqui uns recortes de revistas e desejo um nariz mais ou menos como este”! – A atitude do cirurgião que coloca a ética em primeiro lugar, deverá ser de inabalável realismo em presença de tais doentes.

O melhor momento para o cirurgião estabelecer o seu plano cirúrgico é na primeira consulta, altura em que fotografias da face e nariz devem ser obtidas.

 

Vou ficar com alguma cicatriz?

 

Depende da via de intervenção.
Se a via de acesso cirúrgico for externa, o doente fica com uma pequena cicatriz horizontal na região média da base nasal chamada columela. Habitualmente, mas nem sempre, ao final de aproximadamente 1,5 mês é praticamente imperceptível.
Se a via de acesso for endonasal, não existe nenhuma cicatriz visível externamente.

 

O pós-operatório é doloroso?

 

Curiosamente, uma das maiores surpresas que os doentes operados de rinoplastia ou mesmo de rinoseptoplastia têm, é a ausência de dor no período pós-operatório. O doente pode esporadicamente necessitar de paracetamol ou ibuprofeno para aliviar o desconforto mas, por norma não sente “grande” dor.

Pode ficar inchado/edemaciado ou com hematoma habitualmente na região da pálpebra inferior, circunstâncias que desaparecem em 2,3 semanas.
Ao final de um mês praticamente 80% do edema já foi reabsorvido, mas pode demorar vários meses até desaparecer na totalidade.

Durante a primeira semana de pós-operatório o doente tem um tamponamento nasal reabsorvível que é facilmente tolerado. Nesse período o doente denota alguma dificuldade respiratória principalmente durante a noite.
Durante os primeiros oito dias fica com uma tala, que pode ser necessário manter por uma semana extra.

 

Quais os cuidados a ter no pós-operatório?

 

Na primeira semana o doente deverá colocar gelo várias vezes por dia para diminuir oinchaço/edema ou hematoma. Pode também ser necessário um creme à base de arnicapara que o hematoma seja reabsorvido mais rapidamente.
Deve evitar traumatismos, desportos que de alguma forma possam lesionar o nariz.

Se usar óculos e se estes não forem leves deverá questionar o seu médico para saber quando os poderá utilizar de novo. O peso dos óculos causa um “godet” na pele correspondente aos ossos nasais.
Durante um período prolongado deverá utilizar um creme de protecção total sobre a pele nasal.

Docwings, Lda.